Início do conteúdo

UFPel integra Conselho Fiscal da Andifes 2021-2022

A Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) elegeu a nova diretoria executiva para o mandato 2021-2022 e o Conselho Fiscal para os próximos dois anos. A eleição ocorreu durante reunião remota do Conselho Pleno, no dia 30. A reitora da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Isabela Andrade, integra o grupo de suplentes do Conselho Fiscal da entidade.

Com representantes das cinco regiões brasileiras, a nova diretoria é composta pelos reitores Marcus Vinicius David (UFJF), presidente; Ricardo Marcelo Fonseca (UFPR), primeiro vice-presidente; Alfredo Macedo Gomes (UFPE), suplente; Márcia Abrahão Moura (UnB), segunda vice-presidente; e José Geraldo Ticianeli (UFRR), suplente.

Já o novo Conselho Fiscal é formado pelos seguintes dirigentes: Maurício Saldanha Motta (CEFET-RJ), Paulo Sergio De Paula Vagas (UFES) e Jacques Antonio de Miranda (UFOB), tendo como suplentes os reitores Isabela Fernandes Andrade (UFPel), Marcos Flávio de Oliveira Schiefler Filho (UTFPR) e Francisco Ribeiro da Costa (Unifesspa).

Ao apresentar uma síntese das ações da diretoria, o agora ex-presidente, reitor Edward Madureira (UFG) destacou que o mandato ocorreu integralmente durante a pandemia, sem que houvesse nenhuma reunião presencial do Conselho Pleno, mas que isso não impediu a interlocução suprapartidária pela defesa da educação pública, gratuita, inclusiva e de qualidade. “Tivemos intensa relação com o parlamento, com representantes da Educação no Executivo, nas entidades parceiras, com a sociedade brasileira e com a imprensa. Eu não saberia enumerar quantas reuniões e entrevistas foram realizadas, mas posso afirmar que um legado da pandemia é essa agilidade que os encontros remotos nos possibilitaram. Desejo muito sucesso à nova diretoria e que, em breve, possamos voltar a nos reunir presencialmente”, concluiu.

O presidente eleito, reitor Marcus David, destacou que a nova gestão irá dar continuidade às ações das gestões anteriores, sempre motivada pela valorização das universidades federais brasileiras e da educação pública. “Assim como a gestão anterior, da qual eu participei, iremos seguir nossa agenda de forma conjunta, respeitando as deliberações coletivas do pleno de reitores e reitoras, com a consciência de que a Andifes unida e fortalecida é sinônimo de universidades federais unidas e fortalecidas”, afirmou.

*Com informações da Assessoria de Comunicação da Andifes

Publicado em 03/08/2021, em Destaque. Marcado com as tags Andifes, Gestão, Reitoria, representação institucional.