Início do conteúdo

Museu das Coisas Banais recebe fotos para exposição “Objetos que Aproximam”

O Museu das Coisas Banais, da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), está recebendo colaborações de quem quiser participar da Exposição Virtual intitulada “Objetos que Aproximam”, que tem como tema os objetos que estão em casa junto conosco na quarentena.

O Museu das Coisas Banais é um museu virtual que tem o acervo composto por Objetos Biográficos – objetos que podem parecer banais, mas que possuem importante papel na memória afetiva de seus donos.

De acordo com os organizadores, com o distanciamento social da quarentena as pessoas passam os dias no interior de suas casas e os objetos são sua companhia, tanto em suas funções práticas no cotidiano doméstico, como em seu aspecto afetivo: possibilitando a aproximação com os entes queridos. “A humanidade inventou muitos objetos mediadores, que permitem a comunicação entre pessoas que estão fisicamente separadas. Mas, nós, equipe do Museu das Coisas Banais, acreditamos que qualquer objeto pode cumprir a missão de aproximar, pois os objetos nos fazem lembrar”, comentam.

Para participar da exposição, fotografe o objeto e escreva um texto evidenciando por que ele é especial e de quem ele aproxima. Preencha o formulário disponível neste link até o dia 08 de julho. No campo “Título do Objeto”, escreva: “Exposição” e o título que você deseja dar para sua narrativa. É permitido enviar mais de um trabalho.

Todos os trabalhos enviados até a data-limite e que estiverem de acordo com as políticas do Museu das Coisas Banais participarão da exposição virtual “Objetos que Aproximam”, na galeria virtual do site. A exposição será aberta para visitação virtual no dia 22 de julho. Posteriormente, os trabalhos serão integrados ao acervo permanente do Museu.

Dúvidas podem ser enviadas para o e-mail museudascoisasbanais@gmail.com (colocando o termo “Exposição” no título).

Publicado em 08/06/2020, em Destaque, Notícias. Marcado com as tags Comunidade, Exposição, museu, Museu das Coisas Banais.