Início do conteúdo

Novembro Azul encerra com palestra no HE

Novembro é o mês de conscientização da importância do cuidado com a saúde do homem. O Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas (HE UFPel) aderiu à campanha Novembro Azul e promoveu atividades educativas e mutirão de cirurgias.

A equipe de Residência Multiprofissional em Atenção à Saúde Oncológica realizou no dia 22, uma atividade de educação na empresa de transporte coletivo Santa Maria. Os alunos distribuíram material informativo com orientações sobre prevenção do câncer de próstata.

No último sábado (24) aconteceu o mutirão de cirurgias oncológicas urológicas. Foram atendidos nove pacientes antigos em lista de espera, com patologias de próstata. As cirurgias foram realizadas pelos urologistas do HE, Olímpio Jordão, Roberto Von Laer e Felipe Camacho.

Segundo a Chefe da Unidade de Cirurgia Geral, Cristiane Neutzling, a ação foi resultado de um esforço dos profissionais envolvidos, de forma multidisciplinar, e permitiu que houvesse agilidade na lista de espera, beneficiando os pacientes mais antigos. “O objetivo foi otimizar o andamento das cirurgias. As cirurgias executadas seriam realizadas ao longo de 30 dias e a ação fez com que diminuísse o tempo de espera desses pacientes”, acrescentou.

A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) do HE desenvolveu uma ação educativa no dia 26. Balões azuis enfeitaram a rampa de acesso aos funcionários e foram distribuídas fitas azuis e material informativo aos colaboradores. O objetivo foi orientar e esclarecer sobre a importância do cuidado com a saúde dos homens.

E nessa terça-feira (27), o serviço de Saúde Ocupacional e Segurança do Trabalho (SOST) e a CIPA ofereceram a palestra intitulada “Saúde do homem”, com o médico urologista Felipe Camacho. No encontro, ele ressaltou a importância do exame de toque como prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata. “O exame de sangue, PSA, nem sempre indica a presença de câncer. Em alguns casos, o paciente pode apresentar níveis normais e mesmo assim ter a doença”, salientou.

“Atualmente o câncer de próstata é curável e, por isso, deve ser diagnosticado cedo. Ele é o tipo de câncer mais comum entre os homens. E quando comparado com as mulheres, ele supera em números de incidência”, acrescentou. Felipe ainda apresentou os tipos de tratamentos e outras doenças comuns da próstata.

Publicado em 30/11/2018, em Notícias.