Início do conteúdo

Vai começar a fase propositiva dos Planos de Desenvolvimento das Unidades

Para marcar a transição e apresentar conteúdos e orientações relacionados ao Plano de Desenvolvimento das Unidades (PDUs), a Coordenação para o Desenvolvimento Institucional e Inserção Territorial (CDIT) da Proplan realizou nesta quinta-feira (30) à tarde, no auditório térreo do Campus 2, um evento sobre a segunda parte dos PDUs, a etapa propositiva.

Depois de realizarem seu diagnóstico, cujo prazo para entrega finaliza em 10 de setembro, as unidades devem agora definir o que será colocado nos planejamentos. A fase propositiva deverá estar concluída até o fim do ano.

No encontro, foram apresentados o Guia para Elaboração do PDU,  destacando a etapa propositiva, e a matriz de análise estratégica Fofa, sigla que reúne os elementos Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças, que contribui na elaboração de planejamentos. O CDIT criou o Jogo da Fofa, que ajuda, de forma lúdica, a fazer a análise. As unidades podem pedir o Jogo para a Coordenação, para ser usado nas reuniões das comunidades.

Também foi lançado o vídeo “Elaboração Participativa do PDU”, criado em parceria entre a CDIT, o Laboratório de Audiovisual do curso de Jornalismo e colaboradores. Em seguida, o vídeo estará disponível na página do PDU.

Durante o encontro, que reuniu dirigentes, docentes, técnicos e estudantes das unidades, o pró-reitor de Planejamento e Desenvolvimento, Otávio Peres, e o coordenador da CDIT, Pedro Luis Sanches, falaram sobre a Gestão Universitária e os PDUs. Também foi apresentada a Agenda de Visitas da Reitoria às unidades acadêmicas. Em sua manifestação, o pró-reitor disse que todo o processo auxiliará na consolidação de uma nova cultura de planejamento, descentralizada e socialmente referenciada.

O PDU é o principal instrumento de descentralização do planejamento universitário. A existência de PDUs permite que as decisões que interferem no futuro da Universidade sejam tomadas com ampla participação de seus professores, estudantes e técnico-administrativos.

Isso significa que as pessoas podem e devem expressar no PDU o que desejam para o futuro próximo, estabelecendo metas de curto prazo, e indicando o que cada um precisa fazer para que essas metas sejam alcançadas.

Por meio do PDU, os problemas são identificados por quem mais é afetado por eles, estabelecendo prioridades, escolhendo indicadores e meios de avaliação.

Informações podem ser obtidas aqui ou pelo e-mail cdit@ufpel.edu.br com a sigla PDU no título.

Publicado em 31/08/2018, em Destaque, Notícias.