Início do conteúdo

Inaugurada sala de percussão do Pepeu. Grupo tem dez projetos para 2018

Foi inaugurada nesta semana, no Campus 2, a sala de percussão do Pepeu (Grupo e Orquestra de Percussão), com apresentação especial para trabalhadores terceirizados e alunos. Além das aulas, o grupo está trabalhando na programação comemorativa aos seus cinco anos, iniciada com o recital desta semana.

“O evento foi dedicado às pessoas da equipe de limpeza e aos carregadores, que durante a mudança foram bastante dedicados”, observou o professor José Everton, coordenador do grupo. Ele diz que estão trabalhando em dez projetos que articulam ensino, pesquisa e extensão. “Todos foram ideia dos alunos participantes do programa, inscritos através do edital de Monitoria Voluntária, lançado em abril para serem desenvolvidos em 2018”, lembra o professor.

“Não tenho dúvida que as novas possibilidades de desenvolvimento de atividades, decorrentes da nova sala de percussão do Lapis, foram determinantes no estimulo às propostas apresentadas”, completa o coordenador do grupo.

Projetos do Pepeu:

1) Grupo de estudos Percussão e Gênero.

2) Grupo de estudos – Canto, Flauta e Percussão.

3) Grupo de estudos – instrumentos de Samba para iniciantes.

4) Grupo de estudos  – Composição para Percussão.

5) Grupo de estudos – Música e pessoas com deficiência.

6) Do Sopapo à gaita –  A Percussão na Música do Rio Grande do Sul.

7) Oficina de percussão para alunos de escolas públicas.

8) Berimbau, da Senzala ao palco.

9) Encontro da música e dança – Espetáculo Ritmos Brasileiros.

10) Criação musical a partir dos instrumentos construídos no laboratório de cerâmica.

 

*Fotos Jerônimo Gonzalez

Publicado em 27/04/2018, em Destaque, Notícias.