Início do conteúdo

UFPel encaminha proposta de Especialização para técnico-administrativos

DSC_0303A Universidade Federal de Pelotas encaminhou, por meio de edital publicado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Ensino Superior (Capes), proposta para a oferta de um curso de pós-graduação, de Especialização em Gestão Pública, para servidores técnico-administrativos. As atividades serão a distância.

A capacitação foi apresentada na manhã desta terça-feira (12) em reunião realizada no gabinete da reitoria a representantes da Comissão Interna de Supervisão da Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação (CIS) e do Sindicato de Servidores da UFPel (ASUFPel). Também estiveram presentes a vice-reitora, no exercício da reitoria, Denise Gigante, o coordenador de Programas de Educação a Distância, Keberson Bresolin e a coordenadora de Pós-Graduação da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, Maria Cecília Lorea Leite.

O plano foi elaborado a partir de edital lançado pela própria Capes, que busca ofertar opções de formação de graduação e pós-graduação lato sensu para servidores das instituições federais de ensino superior. O documento da Coordenação já trouxe as propostas de cursos e vagas.

Dessa forma, a UFPel, após estudar diversas opções junto às unidades acadêmicas, decidiu por formular a adesão por meio de 50 vagas no curso de Especialização em Gestão Pública, que seria ofertado em parceria entre a CPED e a Faculdade de Administração e Turismo (FAT). A pauta já foi aprovada pelo Conselho Coordenador do Ensino, da Pesquisa e da Extensão (Cocepe) e também passará por votação no Conselho Universitário (Consun).

Bresolin relatou já ter submetido a proposta à Capes, já que o encerramento para o envio é nesta sexta-feira (15). A entidade, no entanto, tem até o dia 3 de junho para dar os resultados, positivos ou negativos. O edital não prevê reoferta de vagas para outras edições, no entanto, o líder da CPED diz acreditar que a organização pode considerar a possibilidade.

Na opinião do presidente da CIS, João Paulo Adamoli, essa é uma demanda antiga da categoria dos técnicos administrativos e foi pauta da última greve dos TAEs. Apesar de não sanar todas as dificuldades, segundo ele, esta já é uma primeira ação no sentido de fornecer formação ao grupo. Já para o coordenador da ASUFPel, Francisco Fossati, a proposta é, dentre as opções ofertadas pelo edital, a que mais se aproxima da realidade de trabalho dos servidores.

A coordenadora de Pós-Graduação da PRPPG lembrou que o desenvolvimento de um curso de Especialização pode ser um caminho concreto para a criação de um programa de pós-graduação que possua curso de Mestrado. Ela também reiterou às organizações de servidores que os técnicos da UFPel têm isenção na inscrição como alunos especiais nos PPGs da casa.

“A qualificação dos nossos servidores em gestão pública é de suma importância para a Universidade”, afirmou na reunião a vice-reitora. Ela mesma citou-se como exemplo, já que segue a carreira acadêmica e encontra-se com diversas situações em que disse desejar ter mais conhecimento sobre o tema.

Publicado em 12/04/2016, em Destaque, Notícias.