Início do conteúdo

Márcia Tiburi fala sobre Política, Feminismo e Ética

DSC_8878DSC_8931A professora Márcia Tiburi proferiu, na noite desta segunda-feira (21), na Faculdade de Direito, a palestra de abertura da Calourada do primeiro semestre de 2016 da UFPel. Para dois ambientes completamente lotados, o Salão de Atos e a maior sala de aula da unidade (onde havia transmissão em tempo real), a professora e escritora falou, por quase duas horas, sobre Política, Feminismo e Ética, conceituando e relacionando estes temas.

Em tom de conversa entremeada por histórias da sua vida pessoal, Márcia Tiburi disse que a Filosofia pode ser entendida como a criação de conceitos. Assim, em sua fala, conceituou os três temas escolhidos para a palestra.

Ao abordar o assunto Política, disse que a sensação, em princípio, é sempre de ser algo ruim. “No entanto, política é tudo o que a gente faz”, definiu. A docente relacionou política com conceitos e situações de poder e com a própria Ética. Completou que é a capacidade de conviver em favor da comunidade.

Conhecida por seu trabalho na área do feminismo, foi nesta parte da palestra em que recebeu maior reação positiva do público, que não se conteve em aplaudi-la em certos momentos.

Fácil e simples. Assim Márcia Tiburi classificou o conceito apresentado para feminismo. “É a politização da condição feminina”, sublinhou. Para a escritora, a atitude feminista ganha materialidade quando a mulher sai de casa para a esfera pública, onde está o poder. Outro conceito de feminismo falado pela autora, “é a desmontagem crítica de um padrão do patriarcado”. Ilustrando seu discurso, Tiburi fez um rápido passeio pela história do pensamento feminista.

Três questões

Ao chegar no último ponto da palestra, Ética, disse que é hoje algo pouco falado, alguma coisa lembrada apenas quando se faz referência que falta a alguém. “Mas devemos voltar nosso imaginário para fazer uma reflexão sobre isso”, convidou, antes de dizer que a definição de Ética passa pelas respostas a três questões. As perguntas listadas por Márcia Tiburi cujas respostas desenharão o conceito de Ética são “Como me torno quem eu sou?”; “O que nós fazemos uns com os outros?”, e “Como viver juntos?”. Ressaltou que a abertura ao outro é fundamental no processo da Ética.

Após sua fala, conversou com o público e respondeu a questões.

Compromisso

Depois de saudar os novos alunos da Universidade, na abertura do evento, o reitor Mauro Del Pino, falando ao lado da vice-reitora, Denise Gigante, disse que a Calourada é uma oportunidade para os ingressantes conhecerem o que é ensino, pesquisa e extensão na Universidade, que segundo o dirigente é uma instituição comprometida com um mundo que se modifica rapidamente. “Tomem este lugar como de vocês”, falou aos calouros.

Sobre a palestrante

Marcia Tiburi é escritora e filósofa. Graduada em filosofia e artes e mestre e doutora em filosofia pela UFRGS. Publicou diversos romances e livros de filosofia, entre eles As Mulheres e a Filosofia (Ed. UNISINOS, 2002), Mulheres, Filosofia ou Coisas do gênero (2008), Filosofia em Comum (Ed. Record, 2008), Filosofia Brincante (Record, 2010), Olho de Vidro (Record 2011), Sociedade Fissurada (Record, 2013), Filosofia Prática, ética, vida cotidiana e vida virtual (Record, 2014), Como Conversar Com um Fascista. Marcia Tiburi é conferencista e colunista da Revista Cult.

O restante da programação da Calourada será confirmado em seguida.

Publicado em 22/03/2016, em Destaque, Notícias.