Início do conteúdo

Dois anos de gestão: promovendo saúde para a região

No domingo, dia 11 de janeiro, a Universidade Federal de Pelotas completa dois anos com a gestão do professor Mauro Del Pino à sua frente. São tempos de transformação e mudança, com ampliação nos investimentos em infraestrutura e ações democráticas, que inserem a comunidade acadêmica na decisão dos rumos da instituição. Tudo isso para uma maior excelência naquela que é a missão da universidade: promover o ensino, a pesquisa e a extensão para a transformação da sociedade. Para mostrar as conquistas realizadas, o Portal UFPel apresenta, nestes dias, alguns dados por área temática.

01O Hospital Escola da UFPel teve um salto de qualidade e de infraestrutura nos dois anos da atual gestão. Em 2013, foi realizada a requalificação do parque de imagens do HE, com a implantação de um tomógrafo digital de 64 canais, um raio-X telecomandado e um mamógrafo.

A atenção domiciliar foi ampliada com a reforma da sede para oferecer melhores condições de trabalho para cerca de 60 trabalhadores dos programas Melhor em Casa e Programa de Internação Domiciliar Interdisciplinar (PIDI). Outras duas reformas concluídas em 2013, ampliaram de 14 para 20 os leitos de obstetrícia e qualificaram a unidade de UTI Neonatal, que passou a ser qualificada como UTI Neonatal tipo 2 com 9 leitos. Ainda em 2013, foi construída uma nova Subestação de Energia para atender às novas demandas do HE.

Está em andamento a obra de reforma e ampliação para implantação do Centro Regional de Cuidados Paliativos, que terá leitos de internação e ambulatório multiprofissional para um atendimento humanizado para pacientes terminais.

Além das obras já citadas, está sendo realizada a obra de reforma e ampliação do serviço de Radioterapia da UFPel, onde, através do Plano de Expansão do Ministério da Saúde, será implantado um acelerador linear. O serviço triplicará sua capacidade de atendimento 100% SUS.

4-CopyApós um grande trabalho desenvolvido pela administração em conjunto com os servidores do HE, junto a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, foi aprovado o Plano de Reestruturação do HE em 2014. Nesse processo foi pactuada a ampliação do Hospital Escola de 112 para 209 leitos, transformando o HE de pequeno para médio porte já em 2015.

A fim de atender a qualificação e a ampliação de leitos, o Plano prevê a abertura de 1.011 novas vagas que serão preenchidas através de concurso público. As vagas já estão autorizadas pelo Ministério de Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), sendo 211 para Médicos, 181 para Enfermeiros, 301 para Técnico em Enfermagem, 111 para Assistente de Nível Superior, 79 para Assistente de Nível Técnico, 26 para Administrativo de Nível Superior e 101 para Administrativo de Nível Técnico. Somando com os atuais 321 servidores, um total de 1.332 profissionais atuarão no Hospital Escola para prestar atendimento 100% SUS.

Em 2014, foram inaugurados 56 novos leitos clínicos, que são um componente da Rede de Urgência e Emergência (RUE) do Ministério da Saúde. Estes garantem a retaguarda de leitos ao Pronto Socorro Municipal, reduzindo o tempo de espera por internação dos usuários do município e região. Esta ação resultou no esvaziamento dos corredores do Pronto Socorro de Pelotas, uma grande conquista para a população da cidade e região. Em 2015, serão totalizados os 97 novos leitos, chegando a 209 no total.

novos-leitos1Ainda em 2014, a administração lançou o edital para a licitação do Bloco 3 do novo Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas, conhecido como Oncocentro. Também formarão o complexo hospitalar o Bloco 1, que será um grande centro de internação com mais de 360 leitos, e o Bloco 2, onde serão realizados pronto atendimento, diagnóstico e atendimentos ambulatoriais gerais e especializados. Essas outras etapas serão contratadas posteriormente.

 

Confira outras notícias sobre as realizações da atual gestão em Dois Anos de Gestão.

Publicado em 14/01/2015, em Notícias. Marcado com as tags Administração, Dois Anos de Gestão.