Início do conteúdo

Patrimônio cultural bem cuidado

primeira equipe do programa oficina de produção textual A Universidade Federal de Pelotas, através de projetos de extensão, leva à comunidade interna e externa os conhecimentos aqui desenvolvidos. Os moradores dos bairros da Balsa e Navegantes I, II e III são beneficiados por um desses projetos. O chamado Programa de Preservação do Patrimônio Cultural da Região do Anglo atua desde 2009 junto a essas comunidades de Pelotas de forma a manter viva sua memória e mostrar sua importância ao restante da cidade.

A coordenadora do programa e professora da Museologia, Nóris Pacheco, acredita que o projeto chame a atenção dos alunos por ser um trabalho de museologia social que não está dentro de museus, e sim junto à comunidade. É uma forma de fazer com que os moradores se identifiquem mais com a região e saibam como ela é importante.

Além de Nóris, as professoras de museologia Juliane Serres, Carla Gastaud e Sarah Maggiti integram o grupo, assim como três bolsistas PROBEC e vários voluntários. Os cursos envolvidos hoje são a Museologia e a História, mas já participaram alunos da Sociologia, Design, Artes, Antropologia, etc.

A exposição itinerária “Aqui é lugar de gente boa” leva o nome de uma das ações do projeto, resultada de oficinas com crianças da Escola Nossa Senhora dos Navegantes. A escolha foi de um dos alunos, que disse ser isto o que eles querem mostrar. A mostra inclui 10 paineis que já estiveram no Museu do Doce, na Câmara de Vereadores, no Anglo, e continuam circulando pela cidade.

Em maio foi lançado o catálogo com o mesmo nome da exposição, na Escola Nossa Senhora dos Navegantes, feito em conjunto com os alunos da escola. Eles foram encarregados de fotografar aquilo que os interessasse no bairro e escrever sobre.

O Programa de Preservação do Patrimônio Cultural da Região do Anglo está formulando também um livro, no qual estão 16 entrevistas com líderes religiosos, líderes comunitários, pescadores, donos de bares e de outros lugares de convívio. Será o primeiro livro de divulgação das memórias da Balsa e Navegantes.

Os entrevistados foram escolhidos pela própria comunidade. Entre eles estão ex-trabalhadores do Frigorífico Anglo e filhos desses trabalhadores, que contam como foi sua infância, como é o bairro, o que há de importante ali e como eles vêem a transformação do lugar.

Durante os anos de 2012 e 2013 o programa foi contemplado com recursos do Programa de Extensão Universitária (PROEXT). A volta do apoio já está garantida para 2015, assim, o número de bolsistas chegará a sete. O PROEXT permite que, além de se ter um número maior de bolsistas, o trabalho feito pela universidade com a comunidade possa ser divulgado, através das exposições, catálogo e livro.

A Exposição “Aqui é lugar de gente boa” estará na Escola Nossa Senhora dos Navegantes no final de novembro e, no dia 20 de novembro, no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Navegantes.

Publicado em 31/10/2014, em Notícias.