Início do conteúdo

Primeiro número de 2019 da revista Expressa Extensão é publicado

A Revista Expressa Extensão, publicada pela Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da UFPel, lança o primeiro número de 2019, com o tema “Educação, Comunidade e Cultura Popular”.

A equipe editorial da Expressa Extensão agradece aos colaboradores e anuncia que está recebendo submissões para o v. 24, n.2 e n.3 de 2019, com as temáticas “O Meio Ambiente e a Sociedade” e “Desenvolvimento Regional”, respectivamente.

Acesse o número da revista.

No conjunto de textos reunidos neste terceiro número da Expressa Extensão, dizem os editores da revista, encontra-se a dissonância entre o entendimento e a prática extensionista da época em que Freire escreveu a obra e a da atualidade. “Percebe-se na leitura dos conteúdos dos artigos que o conceito que baliza as ações aos quais se referem é o que está presente no Plano Nacional de Extensão Universitária e no texto da Resolução que estabelece as diretrizes para a extensão na educação superior brasileira”, afirmam.

São, observam os responsáveis pela publicação, de tal modo, textos que indicam a boa compreensão das diretrizes extensionistas, que relatam vivências exemplares e que valorizam, na apresentação dos resultados, a intensidade da experiência formativa que a extensão promove para e com o estudante. Para eles, do mesmo modo, são conteúdos que evidenciam a presença das comunidades como agentes dos projetos e ações.

“Os relatos asseveram qua as comunidades já não são vistas e tratadas como os recebedores do conhecimento acadêmico, mas são entendidas como o outro com quem se estabelece o diálogo. E é por esse diálogo, que nem sempre ocorre apenas com palavras, que se revelam os condicionantes sociais e os aspectos culturais dos envolvidos”, frisam.

Os editores dizem que a esperada ação transformadora constrói-se, portanto, na malha dos saberes que se articulam quando os acadêmicos se deslocam ao encontro da realidade. “E nessa realidade, a cultura é um fio estruturante, tramado em todas as posições da malha pelas vidas que participam do fluxo das ações”, finalizam.

Publicado em 26/12/2018, em Notícias.