Início do conteúdo

Novos leitos do HE são aprovados pelos pacientes

DSC_0663 DSC_0624 Depois de uma semana de sua inauguração, os novos leitos da Rede Urgência e Emergência (RUE) do Hospital Escola da UFPel já estão adaptados à nova realidade. Apesar do pouco tempo de trabalho, as enfermarias estão organizadas e os pacientes demonstram contentamento com as instalações.

A estudante Laissa Estrela Bersch, que está internada em um leito da RUE I, comentou sobre a qualidade das camas, que são automatizadas, o espaço para colocar seus pertences e que as refeições são muito boas. A nova estrutura para receber os pacientes, além de desafogar o Pronto Socorro de Pelotas (PS), trouxe mais conforto. Vanildo Nornberg relatou que as instalações são realmente excelentes e as camas grandes e muito confortáveis.

DSC_0656 DSC_0658 “Achei tudo maravilhoso, não pensei que seria tudo tão limpo e novo. Os enfermeiros são ótimos, e aqui estamos muito bem assistidos”, falou a paciente vinda do Pronto Socorro Sônia Regina da Costa Shmidt. Apesar de ter sido muito bem tratada do PS, ela relata que no HE o ambiente é mais calmo. A estrutura nova e organizada, com todo o equipamento necessário para a assistência aos internados, garantirá que a população receba atendimento da melhor qualidade possível.

A enfermeira contratada para trabalhar nos novos leitos Bianca Goularte disse que “o trabalho está andando de uma forma muito boa. Com pouco tempo de funcionamento já conseguimos colocar 95% do trabalho em dia, e a equipe está se adaptando à rotina”. A técnica em enfermagem Carla Carvalho Pail completou falando que os pacientes estão contentes com as novas instalações e as atividades de assistência de enfermagem estão acontecendo de forma bem tranquila.

REDE DE URGENCIA E EMERGENCIA – RUE

RUE é uma política de saúde criada pelo Ministério da Saúde para melhor atender a pessoas que sofrem distúrbios agudos de saúde. Esta rede está organizada para atender os pacientes antes mesmo de eles chegarem ao ambiente hospitalar. Quando uma pessoa sofre uma lesão grave em casa, na rua ou no trabalho, recorre imediatamente ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU 192. Em pouco tempo esta pessoa receberá os primeiros socorros, e logo em seguida será conduzida ao Pronto Socorro Municipal para receber os atendimentos de urgência e emergência, específicos a cada situação. Quando existe necessidade de hospitalização, o paciente deve ser encaminhado, por um serviço de regulação de internações do Sistema Único de Saúde – SUS, para hospitais de referência (ex: criança ou adulto, oncologia ou cardiologia) conveniados e habilitados pela rede pública, especializados para atendimento de situações clínicas e de traumas.

O hospital, dentro da Rede de Urgência e Emergência – RUE corresponde ao componente de retaguarda do Pronto Socorro, para que os usuários possam ficar menos tempo nas emergências. Os leitos hospitalares são regulados por um serviço municipal unificado, que além de controlar a ocupação dos leitos em todos os hospitais da rede pública, define também as prioridades das internações a partir de critérios de risco e do tipo de intervenção necessária. Em caso de atendimento de alta complexidade, não disponível na rede local, o serviço de regulação do município procura o serviço de referência específico na rede estadual ou até nacional, para o encaminhamento do paciente. Quando não há leito hospitalar disponível nas redes municipal, estadual ou nacional, de acordo com o caso, o paciente continua sendo atendido nas emergências do Pronto Socorro Municipal, até que haja a liberação do leito específico de referência, em algum local da Rede de Urgência e Emergência – RUE, de acordo com a necessidade e característica do paciente.

Na última semana, quando o Hospital Escola da UFPel implantou 42 leitos novos na Rede Municipal de Urgência e Emergência – RUE, os pacientes que aguardavam internação nas emergências e nos corredores do Pronto Socorro Municipal puderam ser encaminhados, através do serviço municipal de regulação de leitos do Sistema Único de Saúde, para ocupação destes novos espaços hospitalares disponibilizados. Este foi um fato novo na cidade, que proporcionou naquele momento uma redução imediata de pessoas que aguardavam leitos nas macas do Pronto Socorro.

Na próxima semana, serão abertos mais 14 leitos no Hospital Escola da UFPel, totalizando 56 novos leitos na Rede de Urgência e Emergência local. Isto contribuirá mais uma vez com a redução da fila de espera de pacientes no Pronto Socorro Municipal.

ENTENDA A HISTÓRIA

O Hospital Escola UFPel, até meados de setembro de 2014, possuía 112 leitos no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde – CNES. A atual gestão do HE estabeleceu como meta chegar a condição de porte médio até o primeiro semestre de 2015, com um quantitativo de cerca de 200 leitos. Com os novos leitos da Rede de Urgência e Emergência – RUE implantados, já sobem para 170 os leitos cadastrados no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde – CNES no Hospital Escola da UFPEL.

Devido à falta de leitos suficientes para práticas educativas em saúde no Hospital Escola UFPel, durante muitos anos, os médicos professores da Faculdade de Medicina da UFPel e médicos técnicos administrativos do Hospital Escola UFPel atuavam profissionalmente em setores do Hospital Santa Casa de Misericórdia de Pelotas. Além da assistência realizavam ensino para alunos de graduação e da residência de clínica médica, sendo responsáveis por 62 leitos clínicos, que eram cadastrados no CNES daquele hospital. Na medida em que foram abertos os novos leitos da Rede de Urgência e Emergência – RUE no Hospital Escola da UFPel, estes profissionais médicos, professores e técnicos da UFPel, retornaram ao Hospital Escola UFPel, deixando de atender no Hospital Santa Casa de Misericórdia de Pelotas. A partir deste momento, os leitos que eram atendidos por médicos da UFPel passaram a ser gerenciados por profissionais de saúde vinculados ao Hospital Santa Casa de Misericórdia de Pelotas. Portanto, com esta novidade, o Hospital Santa Casa de Misericórdia de Pelotas continuou contribuindo com a Rede Urgência e Emergência – RUE do SUS, ao manter o seu cadastro institucional – CNES, garantindo os 62 leitos, antes atendidos por profissionais e estudantes da UFPel. O fato novo no SUS e na Rede de Urgência e Emergência – RUE no município de Pelotas, foi o incremento de 56 novos leitos no cadastro – CNES do Hospital Escola da UFPel.

Texto e fotos: Assessoria de Comunicação do HE

Publicado em 29/09/2014, em Notícias.