Início do conteúdo

UFPel e Unirio promovem Escola de Altos Estudos sobre Patrimônio e Memória

Durante todo o mês de outubro, o Programa de Pós-Graduação em Memória Social e Patrimônio Cultural da UFPel e o Programa de Pós-Graduação em Memória Social da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio) promoverão a Escola de Altos Estudos (EAE), aprovada pelo Edital Capes EAE/2015 e com o título  “Políticas de memória: narrativas, esquecimento e usos do passado”. O objetivo é aprofundar a reflexão sobre processos de patrimonialização, com ênfase nos diferentes usos do tempo e da memória,  analisando a construção de uma ordem e de sistemas culturais que permitem compreender como uma sociedade trata seu passado.

As aulas serão presenciais sendo o primeiro módulo na UFPel e o segundo na Unirio.

A EAE foi originalmente projetada para ser ministrada pelos antropólogos franceses Daniel Fabre e Octave Debary, mas em razão do falecimento do primeiro, será desenvolvida na íntegra pelo professor Debary, docente na Universidade Paris Descartes, Sorbonne Paris-Cité. O antropólogo vem trabalhando desde alguns anos com o tema da Antropologia do patrimônio, abordando os processos de qualificação e requalificação de espaços sociais em espaços culturais ou patrimoniais e com a Antropologia da memória, com ênfase na relação entre a narrativa da história e as formas de seu esquecimento. Estes trabalhos centrados nos mecanismos de esquecimento e as funções sociais da memória são desenvolvidos por Octave Debary em vários países como França, Canadá, Estados Unidos, Suécia.

As informações são da professora Maria Letícia Mazzucchi Ferreira.

Publicado em 30/09/2016, em Notícias.