Início do conteúdo

UFPel busca apoio para construção da sede própria do HE e projeto de preservação do Pontal da Barra

Com agenda de compromissos em Brasília entre os dias 10 e 12 de maio, a reitora Isabela Andrade buscou apoio para a construção da sede do Hospital Escola e para a implantação de uma Unidade de Conservação do Pontal da Barra, no Laranjal. Na oportunidade, a reitora também visitou a Universidade de Brasília (UnB) e participou da outorga do título de Doutor Honoris Causa ao ativista indígena Ailton Krenak.

Hospital Escola

Sendo o único Hospital sem sede própria vinculado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), a UFPel tem realizado uma mobilização para viabilizar o projeto da construção da nova sede do Hospital Escola.

Neste sentido, a reitora reuniu-se, no dia 10 de maio, com o vice-presidente da Ebserh, Antônio César Alves Rocha, para apresentar o projeto do Hospital Escola que vai qualificar o atendimento da população de Pelotas e região.

Além disso, Isabela Andrade reuniu-se com três senadores e nove deputados da bancada gaúcha para buscar apoio para a concretização do projeto que prevê um hospital de 30 mil m2, com custo de R$ 150 milhões. De acordo com a reitora, em todas as visitas a UFPel recebeu o apoio das autoridades. Segundo Isabela, a UFPel ainda busca o apoio de outros 22 deputados da bancada gaúcha.

Unidade de Conservação do Pontal da Barra

Na oportunidade, a reitora Isabela Andrade juntamente com a comitiva da Prefeitura de Pelotas, esteve em reunião com técnicos do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), no dia 11 de maio, com o objetivo de viabilizar o projeto de implantação de uma Unidade de Conservação no Pontal da Barra do Laranjal.

A UFPel realizou um estudo científico que teve como objetivo subsidiar a criação de uma Unidade de Conservação no local, com informações que revelam a riqueza biológica, o potencial científico, cultural, histórico, turístico e educacional do Pontal da Barra.

Até o momento foram encontradas 42 espécies ameaçadas de extinção, sendo 15 da fauna e 27 da Flora. Entre elas, o Tubarão-Martelo, Bagre-Branco, Bagre-Marinho. Além disso, a região do Pontal da Barra possui várias espécies endêmicas, ou seja, que foram encontradas apenas neste local, como o peixe-anual, a açucena, margarida-das-dunas e o lagarto batizado de cobra-de-vidro. A preservação destas espécies será possível com a criação da Unidade de Conservação.

No estudo, foram identificados também 19 sítios arqueológicos pré-coloniais que remetem a ocupações indígenas, sendo 18 cerritos no Pontal da Barra e um sítio Guarani localizado nas dunas onde se situa o condomínio Las Acácias. Os sítios estão registrados no IPHAN e se constituem com fragmentos de vasilhas cerâmicas, instrumentos líticos polidos e lascados, restos faunísticos e vegetais, e sepultamentos humanos. Essas estruturas arqueológicas, com datas entre 4.500 e 200 anos A.P.

Visita à UnB

No dia 12 de maio, a reitora visitou a Universidade de Brasília (UnB) e reuniu-se com a reitora Márcia Abrahão para trocar experiências relacionadas à administração das duas universidades. Isabela ainda participou da outorga do título de Doutor Honoris Causa ao ativista indígena Ailton Krenak.