Início do conteúdo

PRPPG estimula a internacionalização da produção científica dos Programas de Pós-Graduação

Considerando a importância da publicação de artigos científicos em Língua Inglesa na avaliação dos programas de pós-graduação da UFPel e tendo em vista que o inglês não é a língua nativa da maioria dos alunos de pós-graduação e mesmo dos docentes, a Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PRPPG) da UFPel desenvolveu ao longo dos últimos anos uma política de apoio a essa publicação. A ação, desenvolvida com recursos PROAP da PRPPG, possibilita a revisão linguística e tradução de artigos científicos originados dos Programas por uma empresa especializada contratada através de Edital.

Ao longo dos três anos de desenvolvimento do programa de apoio (2020-2022), foram publicados 57 artigos científicos em periódicos de B2 a A1. Em 2020, foram 18 artigos, em 2021 também 18 artigos e em 2022 foram 21 artigos (com o edital ainda em aberto). Os programas que mais se beneficiaram deste apoio foram o Programa de Pós-Graduação em Bioquímica e Bioprospecção (PPGBBio), com nove artigos, e o Programa de Pós-Graduação em Ciência e tecnologia de Alimentos (PPGCTA), com oito artigos.

Quando do desenvolvimento de uma pesquisa científica, um dos principais objetivos é que seus resultados ultrapassem o local em que foram produzidos e possam resultar em benefícios para a sociedade, seja através da implantação de novas políticas públicas, desenvolvimento de novos produtos, melhoria de um serviço prestado, dentre outros.

A publicação de artigos científicos em periódicos é uma das principais formas de divulgação da ciência, passando pelo crivo dos pares. A publicação de artigos científicos tem também sido utilizado para a avaliação de pesquisadores e, no Brasil, é um componente importante do processo de avaliação dos Programas de Pós-Graduação pela CAPES. É importante destacar que as principais bases de dados científicos utilizam a língua inglesa, sendo que ela se tornou quase como uma linguagem oficial da ciência. Este aspecto é também importante para a internacionalização do conhecimento científico e dos Programas que os geram.

De acordo com o pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UFPel, Flávio Demarco, a pós-graduação na Universidade tem apresentado um constante crescimento e a produção científica publicada em periódicos internacionais tem sido um fator fundamental para este crescimento e consolidação. “Considerando a base de dados da Scival (Elsevier), a UFPel avançou de 1017 artigos publicados em 2015 para 1509 artigos publicados em 2020, com crescimento de quase 50% da sua produção indexada.  Este crescimento é responsável pela maior visualização internacional da produção científica da IES e pelo seu melhor desempenho nos rankings de avaliação internacional”, destacou.

Para o coordenador de Pós-Graduação da UFPel, Rafael Vetromille-Castro a ação contribui para o incremento da internacionalização dos PPGs e dos pesquisadores, inclusive mestrandos e doutorandos: “Uma das exigências para a participação nos editais é que os artigos submetidos tenham mais de um autor e, dentre os autores, estudantes da pós-graduação. Portanto, é estimulado o trabalho em rede e oportunizada a visibilidade dos jovens pesquisadores em âmbito internacional”, disse.

Na visão da coordenadora do PPGCTA, Elessandra Zavareze, a ação da PRPPG em lançar um Edital de apoio a publicação de artigos científicos, através de revisão ou tradução, tem contribuído muito para melhoria da produção científica do programa. O PPGCTA, atualmente, tem conceito nota 5, e tem trabalhado forte para alcançar a excelência com conceito 6 pela CAPES. “Para isso, estamos na busca pelo aumento e qualificação da nossa produção científica, com impacto internacional. Esse tipo de ação por parte da PRPPG é um grande incentivo aos docentes, discentes e ao programa para alcançarmos a excelência”, comemorou.