Início do conteúdo

Coletivo positHIVes promove ação de prevenção ao HIV e conscientização sobre HIV/AIDS

O coletivo acadêmico antissorofóbico da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) positHIVes (vinculado ao curso de Psicologia da UFPel), em associação com a Rede de Doenças Crônicas Prioritárias e a Rede Equidades da Secretaria de Saúde de Pelotas e o grupo extensionista “O Cuidado é o Segredo” (Enfermagem/UCPel) promove, neste 1º de dezembro, a primeira edição da PrEP Itinerante. PrEP é o acrônimo de Profilaxia Pré-Exposição ao HIV e se trata de um método farmacológico relativamente recente e altamente eficaz de prevenção à infecção pelo HIV. A ação ocorre no dia 1º de dezembro, no Mercado Central de Pelotas, das 13h às 19h.

De modo simplificado, PrEP consiste na ingestão diária de um comprimido que inviabiliza a infecção por HIV quando o organismo entra em contato com ele. A PrEP faz parte de uma estratégia conhecida como prevenção combinada, isto é, a utilização de diferentes métodos de prevenção a infecções sexualmente transmissíveis (ISTs).

A PrEP itinerante é uma ação que irá disponibilizar informações, testagem, aconselhamento, acolhimento e PrEP à população. Participarão docentes e discentes da UFPel e da UCPel e profissionais municipais de saúde. Essa ação ocorre em concomitância e associação com a Semana Diversidade de Pelotas que, devido ao distanciamento social ainda necessário em relação à pandemia de COVID-19, mantém a maioria de suas atividades em formato virtual.

O positHIVes é um coletivo acadêmico antissorofóbico vinculado ao curso de psicologia da UFPel, mas que conglomera docentes, profissionais e estudantes de diferentes instituições.

Data
O dia 1º de dezembro foi internacionalmente instituído pela Organização Mundial de Saúde no ano de 1988 como o dia mundial de visibilidade e ação contra o HIV e a AIDS, tendo como objetivo discutir e promover maior entendimento e conscientização sobre a pandemia de HIV/AIDS, métodos de prevenção e tratamento de infecções sexualmente transmissíveis (ISTs), superação de estigmas e preconceitos (sorofobia) sobre soropositividade e publicidade de políticas públicas de saúde relacionadas ao HIV/AIDS.