Início do conteúdo

Museu das Coisas Banais completa seis anos provocando e fazendo ensino, pesquisa e extensão

Em outubro, o Museu das Coisas Banais completou seis anos. Nasceu por meio de um projeto de extensão da UFPel, atuando também em pesquisa e ensino. Conforme sua coordenação, o nome é uma provocação, pois, dizem, o museu de banal não tem nada .  “Tem objetos afetivos, repletos de significados. Sua tipologia é inédita. É um museu virtual que utiliza a virtualidade como potência museológica”, afirmam.

O Museu já teve em sua equipe alunos de diversos cursos da UFPel, desta maneira, apresentando um caráter de Museu Laboratório, onde os alunos têm a oportunidade de colocar em prática os seus repertórios acadêmicos.

O acervo do Museu é de curadoria colaborativa, na qual o  público faz o processo de musealização. Assim é o público que seleciona e insere seu objeto dentro do acervo do museu. Os papeis do Museu das Coisas Banais são de reunir objetos virtualmente, com foco afetivo, e de socializar essas informações na virtualidade.

Para conhecer melhor o Museu acesse https://museudascoisasbanais.com.br/ e siga o Museu nas Redes, em https://www.facebook.com/museudascoisasbanais e https://www.instagram.com/museudascoisasbanais/ .

Publicado em 30/10/2020, em Notícias. Marcado com as tags Arte, Cultura, Ensino, Extensão, Museu das Coisas Banais, Museus, Pesquisa.