Início do conteúdo

Museu das Coisas Banais apresenta a exposição “Objetos que aproximam: Dentro de casa”

Exposição Internacional Objetos que Aproximam: Dentro de Casa tem como tema os objetos que estão em casa junto das pessoas nesse momento de isolamento social devido a pandemia de Covid-19 e foi pensada a partir do entendimento de que os objetos, ao aproximar, podem ser suportes afetivos em momentos difíceis.

Nesse momento as casas, mais do que nunca, representam proteção. Os objetos também são companhias. Por isso, o Museu das Coisas Banais convidou as pessoas a compartilharem os seus objetos afetivos e recebeu participações de diversos países e de todos os cantos do Brasil.

Foram tantos objetos recebidos que foi possível montar uma casa. A casa é o primeiro universo das pessoas, é nela que, desde pequenos, as crianças vão explorando os lugares, encontrando cantos, aumentando as distâncias, desbravando as alturas, superando obstáculos. A casa guarda dentro de si quase tudo que pertence às pessoas, assim, além das coisas, guarda também as histórias de vida. Ao preservar estes vestígios, mais do que um abrigo material, a moradia representa também um ambiente de proteção da memória, neste sentido, é possível apreender a casa como um “museu particular”. A casa é como uma gaveta, onde são colocados o que as pessoas querem abrigar, proteger, preservar. Assim, ao abrir a casa para alguém, também se abre a intimidade, a segurança. Há, portanto, algo de muito afetivo no ato de receber.

A exposição, como uma casa, é dividida por cômodos e a equipe do Museu das Coisas Banais está contente por receber visitas. Entrem! Abram as portas! Andem pela casa e conheçam todas as coisas, narrativas e memórias compartilhadas!

Publicado em 15/10/2020, em Notícias. Marcado com as tags Exposição, museu, Museu das Coisas Banais, Museus.