Início do conteúdo

UFPel tem Plano de Acessibilidade

DSC_0022DSC_0017Está pronta a proposta de Plano Institucional de Acessibilidade para a UFPel, com vigência até 2020. O documento, elaborado de dezembro a março, por uma comissão especialmente constituída para este fim, foi entregue ao reitor Mauro Del Pino na manhã desta quinta-feira (31) por membros da comissão, em encontro ocorrido no Gabinete da Reitoria. O texto agora deverá ser levado à apreciação do Conselho Universitário (Consun), para em caso de aprovação ser transformado em Resolução daquele órgão.

O Plano surgiu da necessidade institucional de garantir a acessibilidade a toda a comunidade e também de atender ao que define o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da UFPel, para a área. O PDI foi elaborado e aprovado em 2015 e já está em vigor.

“É só um primeiro passo, outras ações serão decorrentes”, consideraram os representantes da comissão de elaboração do texto ao reitor. A comissão é formada por servidores docentes e técnico-administrativos de diversas unidades. O texto tem a intenção também de fornecer diretrizes às unidades da Universidade no atendimento do que as leis exigem nesta área.

“Este é um trabalho de relevância estratégica para a UFPel, que envolverá muitas pessoas. Nossa tarefa agora é de transformar o Plano em políticas e projetos institucionais”, afirmou o reitor ao grupo. Na mesma reunião, os membros da comissão entregaram documento a Del Pino pedindo que o grupo seja constituído de forma permanente, para que possa continuar trabalhando na implementação do trabalho.

O texto

O documento aborda pontos como Inclusão e Acessibilidade no Ensino Superior; marcos orientadores; análise da situação na UFPel; Plano de Ações; considerações finais e referências.

O primeiro parágrafo do texto resume o trabalho: “A Universidade Federal de Pelotas, comprometida em oferecer uma Universidade igualitária e inclusiva, projeta seu Plano Institucional de Acessibilidade, que visa promover a acessibilidade pedagógica e arquitetônica para toda comunidade acadêmica”.

Conforme registrado no Plano, seu objetivo geral  é articular, fomentar e consolidar uma política de acessibilidade e inclusão na UFPel, provendo a adequação frente às barreiras pedagógicas, arquitetônicas, urbanísticas, de transporte, informação e comunicação, a fim de promover a acessibilidade e permanência dos alunos, docentes e técnico-administrativos com deficiência na comunidade universitária.

O documento apresenta ações a curto, médio e longo prazos, que acompanham o prazo final do PDI (até 2020), com suas metas e justificativas, bem como as unidades a serem envolvidas na sua implementação. Confira o Plano no arquivo  PLANO INSTITUCIONAL DE ACESSIBILIDADE  .

Publicado em 01/04/2016, em Manchete.