Início do conteúdo

Professor da UFPel prepara lançamento do filme “Quando ousamos existir!”

Iniciativa do Centro de Memórias João Antônio Mascarenhas, entidade conjunta das Universidades Federais de Pelotas (UFPel) e do Espírito Santo (UFES) e do Grupo Arco-Íris (GAI), o filme “Quando ousamos existir!” prepara-se para ser lançado; a expectativa é que a peça esteja disponível no mês de fevereiro. A obra tem a direção do professor da Faculdade de Educação da UFPel Marcio Caetano e do presidente do Grupo Arco-Íris LGBTI+, Cláudio Nascimento, ambos coordenadores do centro de memórias.

O documentário mostra trajetórias históricas do Movimento LGBTI+ no Brasil sob a visão de diversos ativistas, que, em entrevistas, explora a sua emergência durante a ditadura militar e a participação nos debates da Constituinte, passando pelo período de início da epidemia de AIDS e das lutas contra a patologização da homossexualidade.

Gravado entre 2017 e 2019, com ativistas que atuaram nos estados do Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Pernambuco, Bahia, São Paulo, Sergipe e Ceará, nas décadas de 1970 e 1980, a equipe desafiou a extensão territorial do Brasil e reencontrou pessoas que fundaram o movimento. Dessa forma, resgataram-se memórias em defesa da democracia e cidadania LGBTI+. Entre os entrevistados, estiveram João Nery, o primeiro homem trans a realizar a cirurgia de redesignação sexual no país, em 1977, e Paulo Fatal, que integrou o Grupo Triângulo Rosa e foi um dos primeiros ativistas a se posicionar no enfrentamento à epidemia de Aids nos anos de 1980.

Em fase de distribuição, o filme busca recursos para a sua inscrição em festivais de cinema e na realização de premieres do lançamento. Por esse motivo, foi lançada a campanha de financiamento coletivo. Os apoiadores podem escolher recompensas, como livros, bottons, ecobags, adesivos. Mais informações podem ser encontradas neste link.

Publicado em 28/12/2021, em Notícias. Marcado com as tags Diversidade e Inclusão, Gênero e Diversidade.