Início do conteúdo

Consciência Negra: UFPel participa da Marcha Mestra Griô Sirley Amaro

Neste dia 20 de novembro, dia em que se comemora a consciência negra no Brasil, a Universidade Federal de Pelotas (UFPel) une-se à Marcha Mestra Griô Sirley Amaro – Pela Nossa História e Ancestralidade. A concentração está marcada para as 14h, no Altar da Pátria, Avenida Bento Gonçalves. Depois, haverá ato político cultural, às 16h, no Largo do Mercado Público.

Pelo segundo ano consecutivo, a Marcha homenageia a Mestra Griô Sirley Amaro. Pelotense nascida em 1936, foi carnavalesca, costureira, contadora de histórias e, sobretudo, referência aos mais novos. Ela faleceu em outubro deste ano.

Para celebrar as vidas negras, os organizadores convidam a reverenciar o legado e trajetória de luta da Mestra Griô. “Com a missão de cumprir sua vontade de levar a vida e a educação para as ruas pelotenses, manteremos sua memória viva através do canto, da música, da dança, da poesia e da luta coletiva”, adiantam.

A Marcha também será palco para denunciar desigualdades. Os negros ainda ocupam, em sua maioria, a margem da sociedade, enfrentando o desemprego, precarização do trabalho, más condições de moradia, falta de acesso à educação de qualidade e à saúde digna. Além disso, em especial a juventude, é alvo de políticas genocidas, de perseguição e violência Estatal.

Cuidados

Em razão da pandemia de Covid-19, é obrigatório o uso de máscaras, o uso de álcool em gel e respeitar o distanciamento social de 1,5 metro entre pessoas.

Saiba mais na página do evento no Facebook.