Início do conteúdo

Hospital Escola inaugura seu Centro de Pesquisas Clínicas

Em planejamento há mais de um ano, o Centro de Pesquisas Clínicas do Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas (HE UFPel) iniciou suas atividades neste mês, já ocupando seu espaço no novo prédio da instituição, também recentemente inaugurado. No local, a estrutura conta com consultório, área de monitoria e arquivo.

O objetivo do Centro, que está diretamente ligado ao Setor de Gestão da Pesquisa e Inovação Tecnológica, da Gerência de Ensino e Pesquisa do HE, é apoiar o planejamento, desenvolvimento e condução de estudos clínicos envolvendo seres humanos, para gerar dados de qualidade, garantindo a ética e segurança do participante. O Centro foi criado a partir de uma necessidade de incentivar e regular o desenvolvimento de estudos clínicos na instituição.

“A condução de um estudo clínico é um processo complexo que envolve diferentes agentes, incluindo pesquisadores, comitê de ética, departamento jurídico e financeiro, além dos participantes da pesquisa e patrocinadores”, detalhou a chefe do Setor, Alessandra Notari. “Além disso, a pesquisa clínica também oferece um importante benefício para a sociedade, uma vez que objetiva o desenvolvimento de novos tratamentos mais eficazes, ou menos tóxicos, destinados a um melhor controle das doenças, prevenção e a melhora da qualidade de vida das pessoas”, destacou ela.

O processo de criação do Centro de Pesquisas Clínicas iniciou com a elaboração de fluxos regulatórios baseados na legislação vigente que rege a condução de pesquisa clínica no país, além da Norma Operacional N1 e Portaria Interministerial Nº 09/2014 da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH) – gestora dos hospitais universitários federais – que instituiu o Programa EBSERH de Pesquisas Clínicas Estratégicas para o Sistema Único de Saúde (EPECSUS). Junto a isso, identificaram-se os profissionais com formação em pesquisa aptos a conduzirem estudos clínicos no HE e possíveis áreas de interesse para desenvolvimento em estudos futuros.

“A pesquisa clínica propicia não somente a qualificação das equipes envolvidas, mas principalmente o acesso a novas tecnologias e oportunidades aos participantes, o que tem um valor inigualável em um hospital 100% público, trazendo inovações no SUS, aliando ciência à esperança no desenvolvimento de novas tecnologias”, destacou Alessandra. O Centro irá proporcionar também aos alunos de graduação e pós-graduação vivências com o desenvolvimento de estudos clínicos em diferentes fases de desenvolvimento, estimulando o pensamento científico e ético. “Isso traz ao hospital uma rotina das boas práticas clínicas”, acrescentou a gerente de ensino e pesquisa, Beatriz Vogt.

Neste momento de pandemia, está instalada no local a Unidade de Diagnóstico RT-PCR Covid-19, que é uma iniciativa de pesquisadores dos laboratórios de pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia da UFPel, em especial os laboratórios de Biotecnologia do Câncer, Vacinologia e Genômica Estrutural. Uma parceria provisória com o Hospital Escola para enfrentamento da pandemia, através da realização dos testes de diagnóstico para identificação de pessoas infectadas pelo novo coronavírus em Pelotas. “Essa aproximação com a Biotecnologia da UFPel é um importante passo para o desenvolvimento de estudos futuros, focados na medicina personalizada”, destacou Beatriz.

Além disso, iniciou nesta semana uma importante pesquisa no Centro, em parceria com o Instituto Butantan: a vacinação experimental contra o Covid-19, com a participação de voluntários da região, profissionais da área da saúde, que atuam diretamente na assistência. Serão cerca de mil participantes, que receberão duas doses da vacina com intervalo de 14 dias e serão acompanhados por até um ano. Em breve será iniciado um estudo em oncologia voltado a pacientes com hepatocarcinoma.

Publicado em 13/10/2020, em Destaque, Notícias. Marcado com as tags EBSERH, HE, Hospital, Hospital Escola.