Início do conteúdo

COVID-19: egresso da UFPel é líder em pesquisa de medicamento promissor

Pesquisas realizadas nos Estados Unidos apontam o uso promissor do antiviral remdesivir para o tratamento de pacientes que sofrem da Covid-19. No início deste mês de maio, o líder da pesquisa anunciou uma nova fase de experimentos, que fortalecerá os dados obtidos no primeiro ciclo e testará a combinação do fármaco com outras substâncias para uma melhora nos resultados.

Mas o que uniria o Centro Médico da Universidade de Nebraska, instituição responsável pela pesquisa, e a Universidade Federal de Pelotas? O pesquisador responsável por coordenar o esforço de investigação: o brasileiro André Kalil, egresso da Faculdade de Medicina da UFPel.

Após sua graduação em Medicina na Universidade Federal de Pelotas, Kalil mudou-se para os EUA para dar continuidade aos seus estudos. Nesses 30 anos em que se encontra no país norte-americano, o médico especializou-se em Medicina Interna pela Universidade de Miami e em Infectologia pela Universidade Harvard.

Atualmente é professor do Departamento de Medicina Interna da Universidade de Nebraska, da qual também atua como diretor em seu programa de doenças infecciosas em transplantados. Nessa instituição americana, está desenvolvendo o estudo com a substância que promete auxiliar no tratamento da doença causada pelo Coronavírus, mesma universidade na qual promoveu pesquisas sobre tratamentos para o Ebola.

A investigação inclui dezenas de hospitais em países localizados em diferentes continentes. O artigo contendo os resultados da primeira fase do estudo foi publicado pela Revista da Associação Médica Americana (Journal of the American Medical Association, em livre tradução). O remdesivir já é utilizado para outros vírus que fazem parte da família do Coronavírus e vem sendo testado para a nova variedade SARS-CoV-2, causa da pandemia da Covid-19.

Publicado em 19/05/2020, em Destaque, Notícias. Marcado com as tags coronavirus.