Início do conteúdo

Começa a quinta edição da SIIEPE

estudante inscrita recebe o materialFoi dada a largada para o maior evento da Universidade Federal de Pelotas. A 5ª Semana Integrada de Inovação, Ensino, Pesquisa e Extensão (SIIEPE) teve início na manhã desta segunda-feira (21) com a presença de um grande número de estudantes que foram até o campus Universitário, no Capão do Leão, para fazer o credenciamento para o evento.

Entre estudantes que estão participando como ouvintes e os que apresentarão trabalhos nos Congressos de Extensão e Cultura;  Ensino de Graduação; Iniciação Científica e Iniciação Tecnológica, além do Encontro de Pós-Graduação, ao todo, somam 4.099 incrições. O “Sua Tese em 3 minutos” teve 17 Programas de Doutorado inscritos.

estudante paraguaiaA estudante paraguaia que está fazendo intercâmbio na UFPel, Alejandra Sanchez, está há 5 anos na cidade e cursa o 8º semestre de Biotecnologia. Ela conta que vai apresentar a sua pesquisa, que é parte do seu Trabalho de Conclusão de Curso, nesta terça-feira (22), no CIC. “Participei de três edições, mas esta é a minha última edição, estou um pouco ansiosa com isso”, disse. O trabalho de Alejandra avalia a Biosegurança nos laboratórios de ensino e pesquisa da UFPel, atráves de questionário que está sendo aplicado com a comunidade acadêmica que utiliza estes espaços. “A ideia é que a partir da pesquisa sejam desenvolvidas novas ações para qualificar a Biosegurança dos nossos laboratórios”, explicou.

Já a estudante de pós-graduação, Juliê Silveira da Costa, está estudantedesenvolvendo um material polimérico em sua pesquisa no Mestrado em química. “Desenvolvi este material, dentro da minha pesquisa, para adsorver contaminantes de águas residuais”, disse. Juliê, que está no 2º semestre, apresentará os resultados parciais da sua pesquisa nesta quarta-feira (23), no ENPOS.

Novidades

A grande novidade desta edição da SIIEPE é o controle de frequência que pela primeira vez está sendo realizado por QR-Code. O novo sistema foi desenvolvido pelo estudante da Computação, Italo Nolasco Ramos, dentro do seu Trabalho de Conclusão de Curso. Em dois meses de trabalho foi possível atender a demanda do evento. “O controle de frequência era realizado com carimbos, a organização da SIIEPE precisava contar os carimbos ao final para certificar os estudantes. Agora, isto não é mais necessário, os monitores das salas conseguem fazer o controle via QR-Code e todas as informações vão direto para o sistema”, comemora o estudante.

público no credenciamentoOutra novidade é a forma de avaliação dos trabalhos que, anteriormente, eram realizados ao final de cada apresentação. De acordo com o coordenador de Pesquisa da Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação, Marcos Britto, neste novo formato, ao final do bloco de apresentações é formada um mesa-redonda com os apresentadores e debatedores da sala que realizam um debate amplo e integrado com todos os trabalhos apresentados. “A ideia é integrar ainda mais os apresentadores, debatedores e os conteúdos das  apresentações”, explicou.

Abertura

A Mesa de Abertura Oficial do evento será realizada às 19h da segunda-feira (21), no auditório da Faculdade de Direito. O vice-reitor Luís Amaral, o pró-reitor de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação, Flávio Demarco, e a professora Nirce Medvedovski abordarão o tema Perspectivas do Ensino, da Pesquisa, da Extensão e da Inovação, do Passado ao Futuro. Não é necessário fazer prévia inscrição.

Credenciamento

credenciamentoO credenciamento segue durante todos os dias do evento, das 9h às 17h30min, no saguão da Faculdade de Agronomia (Faem). A organização alerta que é preciso levar documento de identificação.

Transporte

Para garantir o transporte com qualidade para a 5ª SIIEPE, a Universidade disponibilizou diferentes horários de ônibus. Saiba mais em http://ccs2.ufpel.edu.br/wp/2019/10/21/transporte-de-apoio-tem-linhas-especiais-para-a-siiepe/.

Humano Legal não maltrata animal

Em seu quarto ano participando da SIIEPE, o projeto Humano Legal não maltrata animal está novamente com a banca de livros. Serão comercializados no saguão da Faculdade de Agronomia mais de mil livros, todos doados pela comunidade. Os preços variam entre 5 e 15 reais e todo o valor é convertido em tratamento e ração para os animais. O projeto atende os cães do campus Anglo e os gatos da Faculdade de Odonto.