Início do conteúdo

PROBEN é apresentado durante o II Workshop sobre os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável

Em painel realizado na Associação Comercial de Pelotas, durante o II Workshop sobre os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, foi apresentado o Programa de Eficiência Energética desenvolvido na UFPel desde o ano de 2006, o PROBEN. O Programa de Bom Uso Energético (PROBEN), coordenado pelo Laboratório de Conforto e Eficiência Energética (LABCEE) da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo tem por objetivo a racionalização do uso da energia elétrica na instituição e, conseqüentemente, vai ao encontro das metas estabelecidas no Objetivo 7 do ODS, que trata do tema Energia Limpa e Acessível.

Os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável foram estabelecidos durante as comemorações do septuagésimo aniversário da Organização das Nações Unidas, no ano de 2015, em Nova Iorque. Temas como erradicação da pobreza, segurança alimentar e agricultura sustentável, igualdade de gênero, produção e consumo sustentáveis, proteção e promoção do uso sustentável de oceanos e ecossistemas terrestres, como florestas, fazem parte de uma agenda global que espera alcançar estes objetivos até 2030, e teve o Brasil como um dos signatários.

No evento, o engenheiro eletricista Liader da Silva Oliveira, membro da equipe técnica do PROBEN, apresentou as ações e resultados do programa, que iniciou na instituição no ano de 2006 e, em treze anos, já economizou cerca de 7,3 milhões de reais à instituição. Liader salientou a importância da organização das informações sobre os diversos pontos de consumo da instituição, que hoje são mais de 120, de modo a caracterizar o perfil de cada um e buscar as melhores condições de intervenção em cada local.

Dentre as ações do programa algumas são administrativas, como a revisão dos contratos de contratação de demanda com a concessionária, tanto nos valores contratados quanto na definição da estrutura tarifária mais adequada, e reduziram o custo que deveria ser pago à concessionária (custo evitado) em cerca de R$ 6,7 milhões no período. Além das ações administrativas também ações técnicas e de conscientização da comunidade universitária também são realizadas no programa, bem como a busca por recursos para implementação de projetos de eficiência energética.

Recentemente a UFPel foi selecionada para receber recursos da CEEE, fruto de sua participação em Programa de Eficiência Energética da concessionária. Serão R$ 254 mil reais no total e, destes, cerca de R$ 225 mil serão disponibilizados a fundo perdido pela concessionária, para eficientização do sistema de iluminação dos prédios da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo e do Centro de Artes e implantação de um sistema de geração fotovoltaica.

Estas duas ações são as metas 7.2 e 7.3 estabelecidas no Objetivo 7 do Desenvolvimento Sustentável, que buscam, até 2030, uma maior participação das fontes renováveis na matriz energética e dobrar a taxa global de melhoria da eficiência energética. A partir da implementação deste projeto a UFPel prevê-se uma redução do consumo de 113 MWh/ano e de R$ 53 mil anuais, o que representa cerca de 65% do custo total da referida instalação.

Para finalizar, Liader salientou que o programa ainda adquire uma importância maior em função da grave crise financeira que passa a instituição, fruto da falta de repasses do governo federal dos recursos previstos para o orçamento anual da universidade, o que pode levar a instituição a interromper serviços importantes para a comunidade já nos próximos dias.

Publicado em 30/09/2019, em Notícias. Marcado com as tags Energia, Proben, workshop.