Início do conteúdo

Anglo ganha primeiro licenciamento ambiental

Reitor recebe documento da prefeita, secretário municipal de Qualidade Ambiental, presidente da Câmara e vice-prefeitoPela primeira vez, desde a construção do antigo frigorífico, durante a 2ª Guerra Mundial, a área do Campus Anglo da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) está ganhando um Licenciamento Ambiental. Ato realizado no fim da manhã desta quarta-feira (5), Dia Mundial do Meio Ambiente, na sede da Secretaria Municipal de Qualidade Ambiental (SQA), no Parque da Baronesa, formalizou a entrega do Licenciamento à Universidade, obtido em menos de um ano.

Conforme o pró-reitor de Planejamento e Desenvolvimento da Universidade, Otávio Peres, o licenciamento faz parte de um grupo de ações que objetivam zerar o passivo estruturante dos campi da Universidade. Para cumprir com o que era necessário para a obtenção do licenciamento, a UFPel realizou pequenos ajustes estruturais no Campus, como na gestão dos resíduos.

Equipe da Proplan com o documentoOutras ações, como uma nova rede de esgotos e a construção de uma Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) no campus, fazem parte das obras que deverão ser feitas em seguida, dentro das previstas no licenciamento.

Nesta etapa seguinte, a área verde localizada em frente ao Campus ganha relevância, pois, conforme os projetos da UFPel, os dois hectares deverão receber, além da ETE e obras de infraestrutura, espaços de preservação natural e de lazer ativo para uso das comunidades da região.

Para o licenciamento, a UFPel realizou, em 2018, um Estudo de Impacto Ambiental Simplificado (EIAS) da área, bem como um Laudo do Meio Biótico, por empresa especializada, também no ano passado.

Comprometimento com o Meio Ambiente
Reitor e equipe da ProplanO secretário municipal de Qualidade Ambiental, Felipe Perez de Garcia Fernandez, destacou que o licenciamento ambiental era uma cobrança do Ministério Público e dos órgãos fiscalizadores, com o qual a gestão da UFPel assumiu compromisso. O secretário destacou a dedicação dos técnicos da Universidade e da SQA que resultaram no documento. “Essa conquista é mais um passo no regramento ambiental da cidade como um todo, de uma entidade que é exemplo acadêmico e que está em dia com a sociedade para exercer suas atividades. É uma consequência do comprometimento da Universidade para com o meio ambiente”, destacou.

O reitor da UFPel, Pedro Curi Hallal, salientou que o licenciamento era uma pauta anteriormente negligenciada na Instituição, mas que, com a liderança da Pró-Reitoria de Planejamento e Desenvolvimento, está sendo cumprida. “O licenciamento da Odontologia está em vias de liberação e o do Capão do Leão será em breve protocolado junto à Fepam. São pautas muito importantes para nós”, pontuou.

Publicado em 05/06/2019, em Destaque, Notícias. Marcado com as tags Campus Anglo, Pró-Reitoria de Planejamento e Desenvolvimento.