Início do conteúdo

Leitura dramática traz a história do criminoso Cara de Cavalo

O projeto de pesquisa “Leituras do drama contemporâneo”, vinculado ao curso de Teatro-Licenciatura da Universidade Federal de Pelotas, realizará no sábado, dia 16 de junho, às 19h, na Sala Carmen Biasoli – Prédio dos Cursos de Teatro e Dança (Rua Almirante Tamandaré, 301), a leitura dramática da peça teatral “Cara de Cavalo”, do dramaturgo carioca Pedro Kosovski. Após a leitura haverá bate-papo com os espectadores. A entrada é franca.

A peça é baseada na história do criminoso real Manoel Moreira, cujo apelido era Cara de cavalo. Durante a ditadura, ele recebeu da mídia o rótulo de “inimigo número um da Guanabara”, após ser acusado pelo assassinato de um policial. Mesclando realidade e ficção, o texto é uma fábula policial que apresenta questionamentos às relações entre violência e arte, inspirada no discurso construído pelo artista plástico Hélio Oiticica através da figura do marginal. O mote “seja marginal, seja herói” perpassa toda a trama, que acompanha a trajetória do personagem que foi perseguido até sua execução, com mais de cem tiros (dos quais 52 o atingiram), em 1964.

Kosovski é autor, diretor e ator de teatro. Nascido no Rio de Janeiro, em 1983, fez a sua formação no Teatro O Tablado, do qual atualmente é professor. Graduou-se em Psicologia pela PUC-Rio, onde também concluiu seu mestrado. Em 2005, criou Aquela Cia. em parceira com o diretor Marco André Nunes. Por “Cara de Cavalo”, recebeu o Prêmio Questão de Crítica 2012, na categoria Dramaturgia, e foi indicado ao Prêmio Shell 2012, na categoria Melhor Texto.

Esta é a décima leitura proposta pelo coletivo, que compõe o Grupo de Estudos em Teatro: Histórias e Dramaturgias (GETEHD) do CNPq. Surgido em 2015, o “Leituras do drama contemporâneo” prevê o estudo e análise da literatura dramática contemporânea escrita do final do século XX até os dias atuais. Além das atividades da pesquisa, as leituras abertas à comunidade recebem destaque por compartilhar com o público textos de teatro e promover rodas de conversa sobre os mesmos. Além de leituras na universidade, propõe leituras em escolas.

O grupo é coordenado pela professora doutora da UFPel Fernanda Vieira Fernandes e tem como colaboradores os discentes do curso de Teatro-Licenciatura da universidade Brenda Seneme, Lorena Zanetti, João Vitor, Mario Celso Pereira Junior e Nicolas Beidacki.

Publicado em 11/06/2018, em Agenda, Destaque, Eventos Culturais, Notícias.