Início do conteúdo

Cônsul dos EUA conversa sobre intercâmbio e equipe fala sobre vistos e estudos

A Universidade Federal de Pelotas recebeu, na segunda-feira (12), a visita da cônsul dos Estados Unidos em Porto Alegre, Julia Harlan, e da equipe do Consulado. Acompanhados pelo coordenador de Relações Internacionais da UFPel, Max Cenci, encontraram-se com o reitor Pedro Curi Hallal, no Gabinete, e depois conversaram sobre vistos e estudos nos Estados Unidos, com a comunidade acadêmica e com o público em geral, no auditório do pós-graduação em Odontologia.

Durante o encontro na Reitoria, na tarde da segunda-feira, a cônsul e assessoras conversaram com o reitor e com o coordenador de Relações Internacionais sobre possibilidades de intercâmbio para áreas de pesquisa existentes na Universidade, entre outros temas relativos à integração.

Já no fim da tarde, perante um auditório lotado, a equipe do Consulado palestrou, prestou esclarecimentos e tirou dúvidas sobre os tipos de vistos concedidos, como para trabalho, estudo ou turismo, e possibilidades de estudos nos Estados Unidos.

Quantos aos vistos, afirmaram que é fácil conseguir, sendo a maioria dos pedidos atendida. Conforme os diplomatas, a maioria de quem vai para estudar é para fazer a graduação. Depois, a maior demanda é pela pós-graduação.

Todas as informações sobre o processo de concessão de vistos estão no endereço da representação diplomática dos Estados Unidos no Brasil, que é o https://br.usembassy.gov/pt/ .

Para estudar

Existe uma fonte rica e segura para quem deseja estudar no país norte americano. E foi sobre este tema a segunda parte da conversa da equipe do Consulado com o público, na Faculdade de Odontologia. É o Education USA, que reúne informações sobre mais de quatro mil instituições americanas de ensino superior. Além das orientações, o Education USA acompanha o estudante em sua jornada. São mais de 30 centros do órgão no Brasil. Em Porto Alegre, funciona no Instituto Cultural Brasileiro Norte Americano.

Após as apresentações, o pessoal do Consulado respondeu a perguntas e ainda permaneceu um tempo à disposição de quem precisasse conversar sobre assuntos pertinentes à diplomacia americana.

Publicado em 13/03/2018, em Destaque, Informes Acadêmicos, Notícias.