NOTÍCIAS

Programação do Cine UFPel tem Mostra de Cinema Negro de Pelotas

Nesta semana, o Cine UFPel realiza, de quarta (22) a sexta (24), a Mostra de Cinema Negro de Pelotas. No sábado (25), haverá a sessão do Cineclube Zero Quatro. Veja a programação completa abaixo.

O Cine UFPel tem entrada franca e fica na rua Lobo da Costa, 447, junto à Agência de Desenvolvimento da Lagoa Mirim.

 

Quarta-feira, 22/11
19h – Mostra de Cinema Negro de Pelotas

Pele Suja Minha Carne

Dir.: Bruno Ribeiro
(BRA, Fic, 2016, 15min)
Sinopse: João toma banho após mais uma partida de futebol com seus amigos brancos.

O Som do Silêncio

Dir.: David Aynan
(BRA, Fic, 2016, 17min)
Sinopse: Binho é um menino de 12 anos que cresceu sem a presença do pai, em Salvador (BA). Osvaldo, pai de Binho, é um homem que não conseguiu lidar com a paternidade e uma surdez repentina. A tentativa de aproximação entre os dois vai promover um encontro cheio de silêncio e som.

Chico

Dir.: Irmãos Carvalho
(BRA, Fic, 2016, 23min)
Sinopse: Num futuro distópico e fascista, uma lei que prende menores negros preventivamente pode separar uma mãe de seu filho.

Nada

Dir.: Gabriel Martins
(BRA, Fic, 2017, 27min)
Sinopse: Bia acaba de completar a maioridade. O final do ano se aproxima e junto dele o Enem. A escola e os pais de Bia a pressionam para que ela decida em qual curso vai se inscrever. Bia não quer fazer nada.

 

Quinta-feira, 23/11
19h – Mostra de Cinema Negro de Pelotas

Òrun Aiyê
Dir.: Cintia Maria e Jamile Coelho
(BRA Anim, 2015, 12min)
Sinopse: O curta em stop motion traz a trajetória do pai de todos os deuses, Oxalá, para cumprir sua missão junto a outras divindades.

HIC

Dir.: Alexander S. Buck
(BRA, 15min)
Sinopse: Um filme sobre identidade e empoderamento negro.

Cinzas

Dir.: Larissa Fulana de Tal
(BRA, 2015, 16min)
Sinopse: Toni é um jovem negro universitário que trabalha como operador telemarketing na empresa Tumbeiro, para sustentar-se na conhecida cidade da alegria, Salvador.

Peripatético

Dir.: Jéssica Queiroz
(BRA, Fic, 2017, 15min)
Sinopse: Simone, Thiana e Michel são jovens moradores da periferia de São Paulo. Simone procura o primeiro emprego, Thiana tenta passar no vestibular de medicina e Michel ainda não sabe o que fazer. Em meio às demandas do início da fase adulta, um acontecimento histórico em maio de 2006 na cidade de São Paulo muda o rumo de suas vidas para sempre.

Sexta-feira, 24/11
19h – Mostra de Cinema Negro de Pelotas

Lúcida

Dir.: Carolina Neves e Fábio Rodrigo
(BRA, 2015, 16min)
Sinopse: Mas eu nem sei se ela tem alguma coisa pra cozinhar, porque ela não me fala.

DEUS

Dir.: Vinicius Silva
(BRA, Doc, 2016, 25min)
Sinopse: Filme curta-metragem, o qual aborda a força de uma mãe negra da periferia de São Paulo e sua influência divina sobre a vida do filho.

Das Raízes às Pontas

Dir.: Flora Egécia
(BRA, Doc, 20min)
Sinopse: Luiza tem 12 anos e fala com orgulho de seu cabelo crespo e sua ancestralidade. A história de Luiza é uma exceção. O cabelo crespo como elemento do tornar-se negro é ato político.

 

Travessia

Dir.: Sáfira Moreira
(BRA, 2017, 4min)
Sinopse: Utilizando uma linguagem poética, Travessia parte da busca pela memória fotográfica das famílias negras e assume uma postura crítica e afirmativa diante da quase ausência e da estigmatização da representação do negro.

Sábado, 25/11
16h – Cineclube Zero Quatro

Longa: Bang Bang

Dir.:Andrea Tonacci
(BRA, Fic, 1971, 1h25min)
Sinopse: Um homem neurastênico, durante a realização de um filme, se vê envolvido em várias situações, como o romance com uma bailarina espanhola, perseguições, discussões com um motorista de táxi e o enfrentamento com um bizarro trio de bandidos.
Classificação: 18 anos

Publicado em 22/11/2017, em Destaque, Notícias.
Publicada em 14/12/2017 | 1 acessos
Publicada em 16/02/2017 | 1 acessos
Publicada em 20/11/2017 | 1 acessos
RÁDIO FEDERAL FM

Clique para abrir em uma nova janela.