NOTÍCIAS

Úrsula Silva e Nádia Senna são reconduzidas à direção do Centro de Artes

Prestigiadas por estudantes, professores, técnico-administrativos e funcionários terceirizados, as professoras Úrsula Rosa da Silva e Nádia da Cruz Senna foram reconduzidas às funções de diretora e diretora-adjunta do Centro de Artes da Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Na solenidade de posse, na manhã desta quinta-feira (13), as docentes agradeceram o apoio e falaram sobre criatividade e trabalho integrado para os próximos quatro anos.

Em um clima descontraído, foi contando a história de como aprendeu a fazer feijão que a diretora exemplificou a forma de trabalho que leva à frente do Centro de Artes: a de fazer o melhor possível com as condições existentes. Afinal, o feijão pode ser saboroso mesmo sendo temperado apenas com sal e cebola – embora se saiba que ele poderia ficar ainda mais apetitoso com louro, linguiça e outras especiarias. “As condições atuais não são propícias para fartura. Temos que fazer o melhor possível com o básico, mas possuímos a criatividade e recursos humanos, que são coisas preciosíssimas, enxergando as possibilidades”, salientou.

A diretora mencionou, ainda, o comprometimento com as pessoas e as ligações entre elas – em especial à luz de datas como os cem anos do Conservatório de Música, que serão comemorados em 2018 -, uma sede definitiva para o Museu de Arte Leopoldo Gotuzzo (MALG) e a pauta envolvendo a infraestrutura dos cursos de Teatro e Dança. “Queremos consolidar o que for possível nesses quatro anos, contando com uma visão de interdisciplinaridade. A integração – que foi o tema da nossa chapa -, entre cursos é necessária e isso possibilita aproximação e afeto entre técnicos, professores e alunos. É uma motivação de vida ter paixão pelo que se faz e carinho, que temos que ter pelo outro”, observou. Úrsula destacou, ainda, a intenção de dar continuidade ao trabalho que já vinha sendo desenvolvido na direção: aspectos pedagógicos e estruturais caminhando juntos.

A diretora-adjunta, Nádia Senna, reforçou o agradecimento pelo apoio da comunidade do Centro de Artes. “Por acreditarem no nosso trabalho e estarem dispostos a trabalhar conosco por mais quatro anos”, pontuou.

Unidade atuante
O reitor Pedro Curi Hallal destacou, na ocasião, o Centro de Artes como uma das Unidades Acadêmicas mais atuantes no dia a dia da UFPel. Ao mesmo tempo em que demanda uma pauta extensa, observou, ela é sempre propositiva e majoritariamente positiva. Durante a cerimônia de posse, o dirigente aproveitou para informar a comunidade do Centro de Artes a respeito das tratativas que vêm ocorrendo em processo avançado para tornar o prédio do Conservatório de Música definitivamente da UFPel. Simultaneamente, disse que a Pró-Reitoria de Planejamento e Desenvolvimento tem realizado estudos para adequação de alguns espaços do prédio da Escola de Belas Artes, que deseja ver utilizado. “Também temos uma dívida de gestão bastante considerável com os cursos de Teatro e Dança, especialmente em infraestrutura mas também em pessoal. Há um conjunto de cursos novos no Centro de Artes com os quais estamos comprometidos. Vamos priorizar quem mais precisa”, destacou.

O reitor ainda aproveitou a oportunidade para parabenizar pela conquista do concurso que escolheu a Marca de Pelotas, criada no Centro de Artes, e salientar o fato de se ter uma dupla de mulheres na direção do CA, colocando a reitoria de portas abertas e à disposição para dialogar.

 

Publicado em 14/07/2017, em Destaque, Notícias.

Sorry. No data so far.

RÁDIO FEDERAL FM

Clique para abrir em uma nova janela.