NOTÍCIAS

PROGEP realiza solenidade de despedida dos aposentados

A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas da Universidade Federal de Pelotas (PROGEP/UFPel) realizou nesta segunda-feira (20) mais uma das solenidades de despedida dos aposentados. Dessa vez, foram homenageados os 19 aposentados – cinco docentes e 14 técnico-administrativos – que deixaram a Universidade no mês de fevereiro.

Além de se apresentarem e contarem suas histórias na UFPel e expectativas para a próxima fase de suas vidas, os participantes assinaram seus termos de desligamento, receberam orientações e um conjunto de documentos referentes ao vínculo que permanece, enquanto detentores de proventos da aposentadoria. Os aposentados foram presenteados com uma planta, simbolizando o cultivo e o cuidado que tiveram para com a Instituição, e um porta-retrato para guardar algum momento da história que viveram na UFPel. Depois disso, houve uma confraternização.

O pró-reitor de Gestão de Pessoas, Sérgio Christino, observou que com o desligamento, há um sentimento de que essas pessoas vão e levam um pedaço da UFPel, que ajudaram a constituir. O reitor, Pedro Curi Hallal, destacou que os aposentados são uma voz importante a ser ouvida. A intenção é promover a representação dos aposentados no Conselho Universitário e, também, propor ações que envolvam esse grupo no cotidiano da UFPel.

Histórias de vida
“A UFPel me deu tudo aquilo que tenho hoje”, conta o servidor Rudinei Milgarejo, 61 anos – 30 deles de UFPel. Sempre atuando no Instituto de Filosofia, Sociologia e Política (IFISP), encerrou formalmente sua trajetória na Universidade no mesmo local onde começou sua vida profissional – no antigo Frigorífico Anglo. Milgarejo destacou a parceria dessas três décadas entre professores e colegas. Agora, a expectativa é aproveitar o tempo para passear com a esposa e visitar novos lugares.

A professora do Centro de Engenharias (CEng) Karen Adami, 57 anos, passou sete deles na UFPel. Vinda da Universidade Federal do Acre (UFAC), ela destaca a acolhida que teve na Universidade e o apoio profissional durante sua trajetória. “Essa recepção é um carinho”, opinou, sobre a solenidade de despedida. Agora, a professora parte para outros projetos, além de acompanhar de perto os trabalhos de conclusão de curso do CEng até julho.

Publicado em 20/03/2017, em Destaque, Informes Administrativos, Notícias.
ARQUIVO
RÁDIO FEDERAL FM

Clique para abrir em uma nova janela.