Início do conteúdo

Retirada de direitos dos servidores é pauta de reunião da reitoria com sindicato

dsc_0045O reitor da Universidade Federal de Pelotas, Mauro Del Pino, esteve reunido na última sexta-feira (23) com lideranças do Sindicato dos Servidores da Universidade Federal de Pelotas (ASUFPel) para reiterar o apoio da administração central da instituição às pautas relacionadas a projetos que pretendem retirar direitos dos servidores públicos federais.

O encontro serviu para retomar o encaminhamento solicitado pela ASUFPel, para que fosse levado pelo reitor à reunião da Associação Nacional de Dirigentes de Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) o repúdio ao projeto de emenda à Constituição e o projeto de lei, que versam sobre a limitação dos gastos públicos no prazo de 20 anos e a negociação da dívida dos estados. No entanto, segundo a organização sindical, ao serem adotadas, elas trariam grandes prejuízos aos servidores públicos, à medida que serão congelados os aumentos salariais e de benefícios que proporcionam adicionais aos salários, assim como restritos os concursos e instituído um programa de demissão voluntária.

Segundo Del Pino, a associação acolheu e, ainda por cima, lançou uma moção na qual os reitores se colocam contrários à aprovação dessa legislação. “Entendo como importante manter uma mobilização democrática de debater no Congresso Nacional uma posição contrária”, explica Mauro. De acordo com o reitor, é consenso entre os reitores de que se abram espaços dentro das Universidades para que o tema seja discutido com a comunidade e a sociedade.

Dia de Mobilização

As entidades sindicais, juntamente às suas categorias, definiram o dia 29 de setembro como Dia Nacional de Luta, Mobilização e Paralisação, de forma a gerar conscientização sobre os temas. Devido à realização da Semana Integrada de Ensino, Pesquisa e Extensão, a ASUFPel definiu que realizará ação de mobilização no Campus Anglo, junto a servidores e estudantes que estejam participando do evento.

Publicado em 28/09/2016, em Notícias.