Início do conteúdo

Acessibilidade e inclusão são temas de retorno de Ciclo de Palestras para Servidores

DSC_1028Dando continuidade às atividades do Ciclo Anual de Palestras para Servidores de 2015 e iniciando a ação deste ano, foi realizada na manhã desta quinta-feira (28), no Auditório da Reitoria da UFPel, uma mesa redonda debatendo o tema “A Universidade numa perspectiva inclusiva: compromissos e realidades”, sob mediação da chefe do Núcleo de Acessibilidade e Inclusão da Universidade, Mirian Böhrer. Participaram como debatedoras a professora Marisa Degasperi, Rita de Cassia Rodriguez e Tatiana Lebedeff.

A primeira a falar foi Marisa, que destacou a necessidade da promoção de atividades de capacitação, encontros, debates e mesas redondas para que se fale das dificuldades encontradas pelas pessoas especiais, tanto em forma de estrutura como de consciência das pessoas que não portam alguma necessidade. Ela afirma que a pessoa deficiente não pode ser considerada um inútil ou incapaz.

Já Rita de Cassia trouxe a ideia de que inclusão nos processos seletivos não corresponde ao acesso, dentre eles a acessibilidade de ambientes, processos seletivos diferenciados, matrícula autodeclarada, cotas para estagiários especiais e um atendimento que perceba e respeite a diversidade dos alunos. Ela também pontuou que o termo não corresponde à permanência efetiva dos alunos na universidade, por falta de todos esses recursos.

Tatiana trouxe o tema “Quem é o surdo?” para a mesa redonda. Mostrou os avanços nesse campo, com estudos realizados na literatura, tecnologia assistida, web TV, arquitetura, histórias em quadrinhos, linguagem e os movimentos políticos, para afirmar que existem diferenças, mas que a capacidade de realizar belos trabalhos vai além delas. Segunda ela, os surdos estão adaptando as histórias, modos e conceitos para sentirem-se representados.

Publicado em 28/04/2016, em Notícias.