Início do conteúdo

Departamento de Fitossanidade da UFPel coordena evento nacional sobre plantas daninhas

O Departamento de Fitossanidade da Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel (Faem) responde pela organização da vigésima nona edição do maior evento do Brasil na área de Plantas Daninhas. Programado para o período de 1º a 4 de setembro, no Hotel Serrano Resort, em Gramado-RS, o XXIX Congresso Brasileiro da Ciência das Plantas Daninhas (CBCPD) terá como tema “A ciência das plantas daninhas em clima de mudanças”.

O congresso visa difundir a ciência das plantas daninhas, que apesar de sua expressividade técnico-científica e econômica, historicamente não é aquinhoada por substancial número de profissionais que atuam em áreas básicas da Agronomia, sobretudo nas instituições públicas de ensino, pesquisa e extensão. Nos departamentos ou divisões administrativas sempre há uma expressiva maioria de profissionais atuando nas áreas da Entomologia e Fitopatologia, em comparação com Plantas Daninhas, o que ocorre por ser uma área de conhecimento mais recente.

A realização do evento tem o respaldo da Sociedade Brasileira da Ciência de Plantas Daninhas, com sede em Londrina (PR), entidade que reúne associados ligados às atividades de ensino, pesquisa e extensão, em áreas que incluem desde informações e serviços em Fitotecnia e Fitossanidade à comercialização e registro de produtos químicos, economia e marketing, saúde pública, ecologia, genética, tecnologia e várias outras áreas relacionadas a este campo da ciência. A grande diversidade de áreas e a forte interação entre elas mostra a abrangência e a complexidade de suas inter-relações.

Além de presidir a Comissão Executiva do evento, na pessoa do professor Jesus Juares Oliveira Pinto, a UFPel está representada também na Secretaria do congresso, pelos professores Edinalvo Camargo e Fabiane Lamego; na coordenação das comissões de Planejamento e Captação de Recursos, pelo professor Luis Antônio de Ávila; e nas comissões de Finanças, Relações Públicas e Sociais, assim como na Comissão Local e Logística, pelos professores Dirceu Agostinetto e Fabiane Lamego.

Os organizadores estão trabalhando para promover um evento compacto, de forma a ser um fórum técnico-científico de enriquecida discussão sobre os processos de mudança em três eixos fundamentais da atividade agrícola: as mudanças climáticas globais, a necessária mudança de paradigma no manejo de cultivos e a mudança do centro de gravidade financeiro mundial, com seus impactos sobre a ciência das plantas daninhas.

A centenária Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel, através de seu Departamento de Fitossanidade configura uma honrosa exceção, uma vez que o estudo sobre plantas daninhas sempre mereceu a atenção devida. A relevância do trabalho de seus pesquisadores justifica o reconhecimento obtido em nível nacional e internacional e referenda sua indicação para coordenar a Comissão Executiva deste importante conclave.

 

Publicado em 07/02/2014, em Notícias. Marcado com as tags evento, Fitossanidade.