Início do conteúdo

Projeto do Hospital Escola é prioridade para a Azonasul

fpel.jpg A Associação dos Municípios da Zona Sul (Azonasul) apoiará fortemente a construção do Hospital Escola da UFPel, mobilizando forças políticas para que o projeto ganhe os recursos necessários à sua realização. A declaração foi do presidente da Associação, Cesar Brito, durante evento promovido pela entidade, na manhã desta quinta-feira (6), no Salão Nobre da Prefeitura de Pelotas, quando o projeto do Hospital foi apresentado para autoridades regionais.

“É um projeto de extrema relevância. Trabalharemos junto com a UFPel e com os governos estadual e federal para que vire realidade, pois serão cerca de um milhão de pessoas beneficiadas com um serviço de extrema qualidade”, disse Brito. O presidente da Azonasul caracterizou o projeto como prioritário para a região e observou que as forças políticas devem se unir em torno do tema.

he-2.jpg Recordando que a construção do HE é antigo sonho da comunidade universitária e que será uma instituição com atendimento 100 por cento SUS, o reitor da UFPel, Mauro Del Pino, frisou que serão atendidas as regiões não só da 3ª CRS, mas também da 7ª CRS. O Hospital terá ambulatórios, pronto socorro, mais de 500 leitos e dois mil servidores.

O reitor fez menção às negociações no MEC visando à liberação de recursos para construção e o apoio do Governo do Estado, no Pronto Socorro do Hospital. Os recursos federais deverão estar vinculados ao Programa de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf).

O deputado federal Fernando Marroni disse que dará apoio incondicional ao projeto e recordou as vantagens de executar a obra pelo Regime Diferenciado de Contratação (RDC), modalidade de licitação mais rápida usada para as obras da Copa do Mundo. Outra autoridade que declarou o apoio à iniciativa foi o presidente da Associação dos Secretários de Saúde da Zona Sul, Diego Porciúncula.

O anfitrião do ato, prefeito de Pelotas Eduardo Leite, ressaltou que, pelo caráter de ser uma instituição que atenderá 100 por cento SUS e pelo que significará para a região, o projeto é essencial para a comunidade.

Conforme a assessoria da Azonasul, na próxima semana, os prefeitos manterão nova reunião para estabelecer agenda de Missão a Brasília, onde aprovarão termos de documento coletivo para ser entregue em órgãos governamentais. Os prefeitos também cogitam a entrega do documento pessoalmente à presidente Dilma Roussef, durante agenda prevista para os próximos dias na cidade de Rio Grande.

he1.jpg Após as manifestações, o diretor técnico do HE, médico Eduardo Coelho Machado, fez a apresentação do projeto. Em sessão do Conselho Municipal de Saúde de Pelotas a ser realizada às 19h desta quinta-feira (6), o projeto volta a ser apresentado, para apreciação e debate dos conselheiros.

Publicado em 06/06/2013, em Notícias.