Início do conteúdo

Cônsul do Uruguai visita a UFPel

dsc09671.JPG A UFPel recebeu nesta terça-feira(4) a visita do cônsul do Uruguai em Pelotas, Cesar Rodríguez Zavalla. Ele foi recebido no gabinete da Reitoria pelo reitor Mauro Del Pino e pelo diretor do Departamento de Relações Internacionais, Gustavo Vieira. No encontro de cortesia, que buscou um contato pessoal com a nova administração da Universidade, o diplomata destacou o interesse dos governos brasileiro e uruguaio em estreitar as relações bilateriais entre os dois países.

Rodríguez Zavalla deu ênfase especial aos projetos de integração fronteiriça. “Temos o maior interesse em reunir um grupo de universidades com projetos voltados às áreas de fronteira. Não apenas pela proximidade geográfica, mas também cultural e social”, observou, lembrando que as peculiaridades da vida nas fronteiras são diferentes da realidade vivida em Montevidéu ou Porto Alegre.

Segundo o visitante, por ser um país pequeno entre dois gigantes – Argentina e Brasil –, o Uruguai precisar buscar bons vínculos com ambos. “Historicamente, quando as relações não são as melhores com um, busca-se uma aproximação maior com o outro”, disse ao lembrar a forte ligação existente entre os presidentes José Mujica e Dilma Rousseff. No entanto, admitiu que existem barreiras burocráticas que ainda precisam ser quebradas para tornar mais efetiva a aproximação.

De sua parte, o reitor Mauro Del Pino salientou a vontade política e disposição da atual gestão no sentido de estender as ações de intercâmbio com os países vizinhos, em especial o Uruguai. Um dos exemplos citados relaciona-se à Agência de Desenvolvimento da Lagoa Mirim, para a qual está sendo buscado um novo foco, dotando-a de profissionais técnicos da própria UFPel e, assim, aproximando-a mais da Universidade.

Na oportunidade, o diretor do Departamento de Relações Internacionais, Gustavo Vieira, descreveu as ações de intercâmbio existentes entre a UFPel e o Uruguai, especialmente através da Universidad de la República (Udelar), hoje a universidade estrangeira com a qual a UFPel mantém maior conexão. Além de cooperação acadêmica, em cursos de graduação e pós-graduação, Vieira citou projetos nas áreas social, cultural e de saúde e segurança, além da intenção da Universidade em estimular a mobilidade acadêmica e promover a internacionalização de seus programas de extensão universitária.

Publicado em 04/06/2013, em Notícias.