Início do conteúdo

Faltou controle público na FSB

dsc08416.JPG“Não havia controle público sobre os projetos, ações e recursos da Fundação Simon Bolívar”. A afirmação é do reitor Mauro Del Pino, durante entrevista concedida à imprensa no dia 13. Exemplo disso é a não aplicação de mais de R$ 5 milhões e 379 mil em sete projetos de docentes da Universidade. Os recursos tinham destinação específica aos projetos e não foram usados por eles, nem tão pouco estão no caixa da Fundação.

Publicado em 13/03/2013, em Destaque.